Notícias >> Turismo

RIFAINA RECEBE PRIMEIRA VERBA DE R$ 385 MIL COMO MUNICÍPIO DE INTERESSE TURÍSTICO - MIT

- Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos liberou os recursos a partir do projeto apresentado pela Prefeitura -

publicado em 02/11/2017

O Prefeito de Rifaina, Hugo César Lourenço, foi um dos nove prefeitos que assinaram ontem, com o Governador de SP, Geraldo Alckmin, o recebimento de verba de R$ 385 mil para aplicação em infraestrutura turística.

Os recursos serão investidos na construção de um Restaurante permanente no barracão atualmente existente no Parque de Exposições “Abrão Bisco”, onde é realizada a Festa do Peão e no Portal da Cidade “Prefeito Carlos Baraldi” e na extensão da avenida de entrada, Avenida Antônio Floriano Leme, com obras de iluminação e paisagismo.

Interesse turístico

A fim de fortalecer a infraestrutura do setor turístico de São Paulo, o Governo estadual vai repassar R$ 42 milhões de investimentos. Desses, R$ 38,9 milhões vão para 10 estâncias turísticas e R$ 3,3 milhões para nove dos 20 Municípios de Interesse Turístico (MITs), classificados em maio deste ano.

“Esses investimentos são para fomentar o turismo e melhorar os serviços públicos dos nossos municípios”, disse o governador Geraldo Alckmin em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes nesta quarta-feira (1).

“De 2011 até agora nós liberamos mais de R$ 1 bilhão para as estâncias turísticas do Estado de São Paulo”, completou.

Essas assinaturas de convênios são feitas por intermédio do DADETUR (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos) da Secretaria Estadual de Turismo.

Foram contempladas as estâncias de Aparecida, Brotas, Caraguatatuba, Ilha Solteira, Praia Grande, Presidente Epitácio, Santa Fé do Sul, Santos, São Bento do Sapucaí e São Pedro. São Paulo tem, ao todo, 70 municípios classificados como estâncias turísticas.

Já os outros oito municípios de interesse turístico que receberam os repasses, além de Rifaina são Espírito Santo do Pinhal, Guararema, Martinópolis, Pedreira, Rifaina, Rubineia, Sabino, Sales e Santa Isabel.

Em ambos os casos, o DADETUR libera os recursos a partir dos projetos apresentados pelos próprios municípios, indicando as melhorias que pretendem fazer para a estrutura turística de cada cidade.

A classificação como Município de Interesse Turístico começou este ano.

No total, 140 cidades poderão receber esta chancela e, com isso, poderão pleitear até R$ 550 mil por ano para projetos de melhoria.

Os primeiros 30 MITs do Estado foram sancionados em maio e, nesta quarta-feira, mais 31 cidades paulistas receberam a classificação:

ltinópolis, Araras, Araraquara, Areias, Cabreúva, Campina do Monte Alegre, Cardoso, Cruzeiro, Itapuí, Itupeva, Jaú, Lençóis Paulista, Limeira, Lins, Mairiporã, Mira Estrela, Mogi das Cruzes, Nazaré Paulista, Novo Horizonte, Rancharia, Registro, Riolândia, Rosana, Santa Branca, Santa Cruz do Rio Pardo, Santo Expedito, São Simão, Tabatinga, Tambaú, Uchôa e Votuporanga.