Notícias >> Trabalho e Renda

ATO PÚBLICO CONTRA DERRUBADA DE RANCHOS SERÁ NESTE DOMINGO DE MANHÃ

publicado em 28/04/2017

O prefeito de Rifaina, Hugo Lourenço, voltou a conclamar a comunidade, empresários comerciais, industriais, prestadores de serviços e caseiros, além das lideranças políticas, a participarem do Ato Público que será realizado no Calçadão da Praia, neste domingo (30), a partir das 9h30.

O ato será contra a ameaça de demolição de ranchos às margens da represa do Rio Grande, o que afetará o turismo e terá forte impacto na economia não só de Rifaina, mas também de outras cidades paulistas e mineiras, banhadas pelas hidrelétricas do Rio Grande.

“Esperamos contar com o apoio de todos, pois estamos lutando pelo emprego e pelo Turismo de nossa cidade. As demolições terão um impacto irrecuperável em nossa vocação turística e em nossa economia, causando o fechamento de comércios e eliminando centenas de empregos”, afirmou o Prefeito Hugo Lourenço.

O Ato Público será realizado no Calçadão da Praia, onde os manifestantes estarão explicando aos turistas e à comunidade sobre estes impactos danosos à economia turística da cidade.

No lado mineiro da represa de Jaguara, três ranchos já foram demolidos por decisões do Tribunal de Justiça de Minas, que considera que as construções invadiram a área de inundação da represa que tem limite de 560 metros do “fio d’água”.

Os rancheiros, representantes políticos e lideranças municipais de 10 cidades da região questionam a legalidade das medidas, pois existe uma ADIN – Ação Direta de Inconstitucionalidade – tramitando no STF – Supremo Tribunal Federal – que questiona incompatibilidade em artigo específico do novo Código Florestal em relação à legislação ambiental vigente à época das construções. O pedido é que as decisões judiciais aguardem o julgamento do mérito da ADIN.