Notícias >> Segurança

PREFEITO ENTREGA NOVOS COLETES BALÍSTICOS À GUARDA CIVIL DE RIFAINA

- Dez coletes novos, aprovados pelo Ministério do Exército substituem os que vinham sendo usados desde a criação da Corporação -

publicado em 19/02/2018

O Prefeito de Rifaina, Hugo Cesar Lourenço, entregou novos coletes balísticos ao efetivo da Guarda Municipal. A entrega foi realizada, na quinta-feira (08), no Gabinete.

Ao todo foram investidos mais de R$ 6 mil de recursos próprios do município na aquisição de 10 coletes.

“Nossa administração sempre se orgulhou da Guarda Municipal. O processo de compra dos coletes foi iniciado no ano passado, mas a entrega foi efetivada agora, pois depende da aprovação do Ministério da Defesa, por se tratar de um produto de uso restrito e controlado. Essa aquisição vai reforçar ainda mais segurança dos nossos profissionais”, enfatizou o prefeito Hugo.

Foram entregues10 coletes balísticos Nível II, sendo 08 masculinos e 02 femininos, adquiridos pela Prefeitura.

Segundo o diretor municipal de segurança, sargento Eduardo Luis Nery Rodrigues, os dispositivos servem para a proteção da vida dos guardas e sua segurança e consequentemente à comunidade.

“Com a proteção, melhora a forma psicológica e técnica de agir, dando melhor qualidade de vida para a comunidade”, explicou ele.

A GM Rifaina já dispunha de 10 coletes, que vencem a cada 5 anos. Com a aquisição, cada GCM possui seu próprio colete. Os coletes possuem capa reserva, alça de resgate e fechamento lateral em abas. A compra teve autorização do Ministério do Exército.

“Vamos continuar equipando e estruturando cada vez mais nossa Guarda Municipal, essa é a orientação do prefeito Hugo”, acrescentou o diretor da área de Segurança da Prefeitura.

ESTATÍSTICA DO CARNAVAL

A GCM de Rifaina divulgou o resultado da operação que realizou em conjunto com os demais órgãos de Segurança durante o Carnaval em Rifaina.

Segundo a estatística, foram registrados 02 casos de porte de entorpecentes, 01 entrega de objeto, casos de apoio aos seguranças e ao Guarda-Vidas, 02 registros de Vans que ingressaram à Orla sem recolhimento de taxa obrigatória, 02 casos de ônibus sem recolhimento de taxa e 02 casos de preservação de direitos.