Notícias >> Saúde

IMAGENS DE DRONE SÃO A NOVA ARMA NO COMBATE À DENGUE EM RIFAINA

publicado em 17/03/2017

Como mais 35% dos domicílios não estão acessíveis aos agentes de vetores que executam vistorias dos criadouros das larvas do mosquito Aedes Aegypti, além dos locais fora do alcance dos agentes como indústrias, telhados, lajes, casas fechadas em longa data e abandonadas, bueiros e pátios de automóveis, a Prefeitura de Rifaina, através da Visam – Vigilância Sanitária Municipal, criou o Projeto “Drone contra a Dengue”.

O Prefeito Hugo Lourenço aprovou a parceira com vereador Elicleiton Martins Castilho – Cleiton - e com o diretor da vigilância sanitária Rodrigo Ferreira, que desenvolveu o projeto que visa a localizar os criadouros e fazer a profilaxia imediata dos focos em potencial, gerando informações estratégicas sobre os pontos críticos.

A marcação de pontos de áreas críticas é enviada automaticamente para a equipe em solo poder agir. Além disso, toda essa informação é consolidada em banco de dados, com interfaces para visualização no computador ou dispositivos móveis, permitindo mensurar com precisão o progresso da estratégia de combate, bem como ajudar na tomada de decisão em relação a áreas que necessitam de atenção mais urgente.

A partir da identificação dos locais de risco, a Vigilância Sanitária notifica o proprietário para que ele tome as medidas cabíveis para eliminação dos possíveis criadouros. Em caso de não atendimento às notificações, a Vigilância se utiliza da legislação municipal e aplica as multas previstas.

O uso de Drone permite uma amplitude muito maior do raio de cobertura, facilidade do acesso, a rapidez na resposta, aos locais que possivelmente possam servir como foco de criadouros do mosquito transmissor da dengue, da febre amarela, da gripe chikungunya e do zika vírus.

De acordo com o diretor da Visam Rifaina, Rodrigo Ferreira, o uso de drones permite uma amplitude muito maior do raio de cobertura, facilidade do acesso e a rapidez na resposta.