Notícias >> Saúde

ARRASTÃO DA VISAM E PROGRAMA AÇÃO JOVEM ELIMINA CRIADOUROS DE MOSQUITO

- Ação eliminou criadouros, como entulhos, latas, garrafas, tijolos, telhas e lixo depositado irregularmente nas áreas -

publicado em 24/08/2017

A Visam – Vigilância Sanitária Municipal, da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Rifaina, em parceria com o Fundo Social e o Centro de Referência de Assistência – CRAS – realizou um “arrastão” pelos terrenos baldios da cidade.

A ação, que faz parte do programa de prevenção ao criadouros do mosquito “aedes aegypti” que transmite a dengue, o zika vírus e a gripe chikungunya, desenvolvido pela Visam/Rifaina, contou com a participação de 15 jovens do Projeto Ação Jovem, da Secretaria de Ação Social da Prefeitura.

Os integrantes, antes de saíram a campo, ouviram explicações do diretor da Vigilância Sanitária Municipal, Rodrigo Ferreira, que explicou os objetivos do trabalho que seria desenvolvido.

Uma vez percorrendo os terrenos sem edificações em toda a cidade, a ação acabou por eliminar mais de 1.000 criadouros, como entulhos, latas, garrafas, tijolos, telhas e lixo depositado irregularmente nas áreas vistoriadas.

“Sabemos que é um trabalho árduo, mas a intenção é manter a cidade por mais tempo possível sem registros de casos de pessoas infectadas pelo mosquito. Já atingimos 8 meses sem nenhum caso, mas a população, que muito nos auxilia, precisa estar vigilante”, disse Rodrigo Ferreira.

O Prefeito de Rifaina, Hugo Lourenço, disse que a cidade, além de investir todo o necessário nas ações contra o mosquito transmissor das doenças, ainda se preocupa com a situação dos dois clubes existentes na margem da represa, porém do lado mineiro.

“Ali são dois criadouros de mosquito que acabam ameaçando nossa cidade. Nossa preocupação aumentou ainda mais porque o clube Águas do Vale está também fechado e isso pode aumentar os riscos de criadouros no local”, disse o Prefeito.