Notícias >> Obras e Serviços

BANCO DO POVO PAULISTA EM RIFAINA EMPRESTA R$ 91.9 MIL EM APENAS TRÊS MESES

- Depois de reestruturado, Governo de Rifaina credenciou e treinou um novo agente de crédito, incrementando ações da agência local -

publicado em 09/08/2017

Depois que foi reestruturado e treinou um novo agente de crédito – Gustavo Henrique Baraldi -, a agência do Banco do Povo Paulista (BPP) em Rifaina realizou 11 operações de crédito em apenas três meses de operação.

Nestas 11 operações, micro e pequenos empreendedores que têm seus negócios na cidade obtiveram R$ 91.973,90 (noventa e um mil, novecentos e setenta e três reais e noventa centavos), para ampliar ou reestruturar seus negócios.

O Banco do Povo Paulista, agência de Rifaina, funciona na Praça 24 de Dezembro, no prédio do Centro de Informações ao Turista “Adilson Floriano”, ao lado da Academia Municipal e do Acessa SP. O telefone de contato é (16) 3135-1121.

Segundo Gustavo Baraldi, o crédito do BPP pode ser solicitado por Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas, incluindo Produtores Rurais, que desenvolvam atividade produtiva, com taxa de juros de apenas 0,35% ao mês.

O que pode ser financiado

Investimento Fixo

O investimento fixo corresponde a todos os bens que devem ser adquiridos para que o negócio possa funcionar, como equipamentos, móveis, utensílios e veículos. No Banco do Povo Paulista, nessa modalidade, pode ser financiado:

Investimento Fixo sem alienação fiduciária

– Animais para tração e produção. Todos os animais financiados pelo BPP deverão obedecer rigorosamente à legislação vigente;

– Aplicativos de informática (software), acompanhados de nota fiscal e do certificado de licença de uso;

– Equipamentos de informática (hardware), incluindo microcomputadores, notebooks, impressoras, plotters etc.;

– Equipamentos para veículos, como instalação de kit gás em oficinas credenciadas pelo INMETRO;

– Máquinas, equipamentos e ferramentas destinados exclusivamente ao empreendimento;

– Bicicletas;

– Veículos aquáticos;

– Construção de poços artesianos;

– Utensílios para eventos;

– Tratores e implementos agrícolas.

 

Investimento Fixo com alienação fiduciária

 

– Veículos rodoviários, como utilitários, caminhonetas e caminhões, desde que utilizados no empreendimento;

– Ciclomotores e motocicletas;

– Equipamentos para veículos, como carretas, carrocerias e trailers.

Capital de Giro

Considera-se capital de giro o crédito necessário para financiar a continuidade das operações da empresa, como recursos para manter estoques e recursos para pagamento aos fornecedores (compras de matéria-prima ou mercadorias de revenda) e demais custos e despesas operacionais. No Banco do Povo Paulista, nessa modalidade, pode ser financiado:

– Abertura e regularização de empresas;

– Animais para comercialização;

– Consertos em geral, incluindo mão de obra e peças de máquinas, equipamentos, ferramentas, veículos, motos, tratores, inclusive pneus novos, remoldados, recauchutados etc.

– Divulgação, embalagens e frete, incluindo serviços de website.

– Insumos e sementes, incluindo sêmen, embriões, ração, medicamentos, vacinas, fertilizantes etc.;

– Matéria-prima;

– Preparação de solo, terraplanagem, topografia, agrimensor, mão de obra para o ciclo produtivo agrícola;

– Aluguel de máquinas (Produtor Rural);

– Produtos para comercialização e manutenção de estoque;

– Materiais para construção e mão de obra para MEIs e clientes formalizados.

 

Linhas Especiais

Motofretista

– Aquisição de moto branca na categoria aluguel, espécie carga;

– Kit motofrete: capacete com faixa, colete de segurança com INMETRO, baú com faixa, protetor, antena cerol, rastreador/bloqueador, faixas refletivas, marcação indelével das peças;

– Taxas do DETRAN, DTP e documentação;

– Consertos, incluindo mão de obra e peças, com o limite de até 20% do valor da motocicleta.

 

Mototaxista

– Aquisição de motocicleta nova ou usada, na categoria aluguel, espécie passageiro. Caso seja usada, deve, obrigatoriamente, possuir emplacamento vermelho;

– Acessórios, como antena corta pipa, protetor de pernas, coletes e capacetes;

– Taxas do DETRAN, DTP e documentação da motocicleta;

– Consertos, incluindo mão de obra e peças, com o limite de até 20% do valor da motocicleta.