Notícias >> Meio Ambiente

CONHEÇA A ENGIE BRASIL, QUE COMPROU A USINA DE JAGUARA EM RIFAINA POR R$ 2,1 BI

- ENGIE é controlada pelo grupo franco-belga, maior produtor independente de energia do mundo -

publicado em 27/09/2017

O governo federal arrecadou R$ 12,1 bilhões com o leilão de quatro usinas hidrelétricas operadas pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). 

O leilão foi realizado nesta quarta-feira (27) na Brasil, Bolsa, Balcão (B3), antiga BM&F Bovespa. 

A Engie Brasil (foto) venceu a disputa em dois lotes. Um, referente à hidrelétrica Jaguara, em Minas Gerais e São Paulo, foi arrematado por R$ 2,17 bilhões, ágio de 13,59%. 

O Consórcio Engie também levou o terceiro lote, da hidrelétrica de Miranda, Minas Gerais, por R$ 1,36 bilhão, ágio de 22,42%. No total, a Engie desembolsará R$ 3,5 bilhões pelo negócio. 

Saiba mais sobre a empresa abaixo. 

Outro lote, da hidrelétrica de São Simão, em Goiás e Minas Gerais, foi conquistado pelo grupo chinês Spic Pacif Energy PTY, única proposta oferecida, por R$ 7,18 bilhões, ágio de 6,51%. 

O último lote, de Volta Grande, em Minas Gerais e São Paulo, foi vendido para a Enel Brasil, com ágio de 9,84% pelo valor de R$ 1,4 bilhão. 

Os vencedores ofertaram o maior valor de notificação pela outorga, respeitado o valor mínimo para cada usina. 

Todos os contratos têm prazo de 30 anos. O valor arrecadado será usado pelo governo para tentar fechar as contas deste ano, com o déficit previsto de R$ 159 bilhões. 

A Engie Brasil

A ENGIE atua na implantação e operação de usinas geradoras de eletricidade, sendo também agente ativo na atividade de comercialização. Maior geradora privada de energia do Brasil, a Companhia é sediada em Florianópolis, Santa Catarina, e suas usinas se encontram instaladas nas cinco regiões do país, mais precisamente nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Maranhão, Piauí e Ceará.

 

A Companhia tem capacidade instalada própria de 7.070 MW, equivalente a cerca de 6,3% do total no Brasil. Seu parque gerador é composto por 31 plantas, todas operadas pela Companhia, das quais nove são hidrelétricas, quatro termelétricas e dezoito complementares: três a biomassa, onze eólicas, três Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e uma solar. 

Entretanto, a capacidade instalada operada pela ENGIE é de 8.790 MW, pois quatro dessas usinas são exploradas comercialmente por meio de parcerias com outras empresas: Usina Hidrelétrica Itá, Usina Hidrelétrica Machadinho, Usina Hidrelétrica Estreito e Usina Termelétrica Ibitiúva Bioenergética.

 A ENGIE Brasil Energia conta com mais de 1.000 empregados e seu portfólio de clientes é formado por distribuidoras, clientes livres e comercializadoras. Além da venda de energia, a Companhia presta serviços associados, como a implantação de instalações de cogeração, operação e manutenção de equipamentos de produção de energia e monitoramento da qualidade da energia.

Seu controle acionário é detido pela ENGIE Brasil Participações Ltda, que responde por 68,71% do capital social da ENGIE Brasil Energia. 

A ENGIE Brasil Participações Ltda é controlada pelo grupo franco-belga ENGIE, maior produtor independente de energia do mundo, com uma capacidade instalada de 117,1 GW, e que atua em toda a cadeia de valor da energia, tanto na exploração e produção quanto no transporte, distribuição e comercialização, em eletricidade e gás natural.

As ações da ENGIE Brasil Energia encerraram o segundo trimestre de 2017 cotadas a R$ 33,92/ação, o que conferiu à Companhia valor de mercado de R$ 22,1 bilhões. 

Expansão

A ENGIE Brasil Participações Ltda detém 40,0% da Usina Hidrelétrica Jirau, que tem capacidade instalada total de 3.750 MW e está localizada no rio Madeira, em Porto Velho, no estado de Rondônia. A transferência para a Companhia da participação da ENGIE Brasil Participações Ltda no projeto deverá ser avaliada no curto prazo. 

O Grupo

A ENGIE desenvolve suas atividades (eletricidade, gás natural e serviços) em torno de um modelo baseado em crescimento responsável para lidar com os grandes desafios energéticos e ambientais atuais: atender à demanda de energia, garantir a segurança do suprimento, combater as mudanças climáticas e otimizar a utilização dos recursos naturais.

O Grupo fornece soluções altamente eficientes e inovadoras para pessoas, cidades e empresas através de fontes diversificadas de fornecimento de gás, produção de eletricidade flexível e com baixa emissão de CO2 e conhecimento técnico em quatro setores-chave: produção independente de eletricidade, gás natural liquefeito, energia renovável e serviços de eficiência energética.

A ENGIE possui cerca de 153.090 colaboradores em todo o mundo e obteve receitas de 66,6 bilhões de euros em 2016. Cotado nas bolsas de Paris e Bruxelas, o Grupo está representado nos principais índices internacionais.