Notícias >> Educação

NOVA CRECHE-ESCOLA DE RIFAINA RECEBE ALUNOS NO PRIMEIRO DIA DO ANO LETIVO

- Prefeito Hugo, com o vice Tunico e da primeira-dama Elivânia acompanhou primeira manhã de atividades na nova unidade -

publicado em 01/02/2018

Começou a funcionar nesta quinta-feira (01/02) a Creche-Escola “Silvia Helena Mendonça Lourenço”, que a Prefeitura de Rifaina construiu em parceria com o Fundo de Desenvolvimento da Educação – FDE.

O início das aulas foi feito com a presença do prefeito Hugo Lourenço e do vice-prefeito Antônio Eustáquio – Tunico e da primeira-dama e presidente do Fundo Social, Elivânia Rodrigues, que acompanharam o recebimento das crianças em companhia da diretora da unidade, professora Renata Salomão Vieira.  

Avaliada em R$ 1.6 milhão, a creche escola tem capacidade para atender a 120 crianças de zero a 5 anos e começou a funcionar com toda estrutura neste primeiro dia de aula do ano letivo.

A escola é dotada de segurança, conforto e funcionalidade e uma equipe de alto nível técnico, desde a direção até os educadores, monitores e pessoal de apoio, foi montada pela Prefeitura. 

Fisicamente, o prédio da Creche-Escola “Silvia Helena Mendonça Lourenço” possui salas pedagógicas, berçários com fraldário e lactário, secretaria, refeitório, banheiros e área de serviço. O local também respeita todas as normas de segurança e de acessibilidade.

 Segundo o prefeito Hugo Lourenço, após uma fase inicial de adaptação, novos estudos serão feitos para que o prédio localizado no Residencial Olavo Pereira, seja utilizado em sua plenitude, dentro dos altos padrões de educação pré-escolar que já é tradição na cidade, não só através da grande curricular como também no desenvolvimento de outras ações no campo educacional e social.

Embora já esteja em completo funcionamento, a Creche-Escola “Silvia Helena Mendonça Lourenço” ainda não foi inaugurada: aguarda-se o agendamento da visita do Governador do Estado Geraldo Alckmin, que procederá a entrega oficial da nova unidade.

Clique aqui e veja Galeria de Imagens