Notícias >> Notícias

CONFIRMADO: RIFAINA TERÁ SUBESTAÇÃO DA CPFL E FALTA DE ENERGIA SERÁ RESOLVIDA

Diretores da CPFL Paulista estiveram no Gabinete do Prefeito e confirmaram investimento na presença de empresários, comerciantes e vereadores

publicado em 17/05/2019

Após muitos anos de espera, está confirmada oficialmente a construção de uma subestação de energia elétrica no município de Rifaina.

A informação é oficial e passada por representantes da CPFL Paulista que estiveram reunidos, na manhã da última terça-feira (15/05), com o prefeito Hugo César Lourenço.

Também estiveram presentes à reunião, empresários representantes dos comerciantes, vereadores, secretários municipais e os proprietários do imóvel de instalação, para iniciar as tratativas amigáveis (desapropriação) da área que abrigará a subestação. 

ESTUDOS E INVESTIMENTOS

O gerente de Operação de Campo da região Nordeste, da CPFL Paulista, Ricardo Fabiano Denardi, disse que o projeto da subestação já está bem encaminhado e que o objetivo é melhorar a qualidade da energia oferecida na região. “Já estamos conversando a um bom tempo com a prefeitura para localização do terreno para construção desta subestação que vai melhorar e ampliar a qualidade de energia para todas as regiões do município (perímetro urbano e expansão urbana - ranchos e loteamentos), destaca. De acordo com Denardi, a subestação de energia é um pedido antigo das autoridades e empresários de Rifaina.

“Hoje a CPFL também está notando essa necessidade de ampliar a qualidade de energia e a condição de potência instalada na região. Hoje a região aqui é atendida pela rede compacta 15kv de Pedregulho e tivemos um aumento de carga nos últimos anos em virtude do desenvolvimento, mas a ideia é proporcionar a cidade uma condição melhor para o crescimento do município e da região”, garantiu. 

 AS OPÇÕES

Após reunião no gabinete, o prefeito Hugo César Lourenço, juntamente com os investidores Rodrigo Penna e Amir Choub, apresentaram aos representantes da CPFL opções de terrenos para instalação da subestação.

Os locais apresentados ficam à margem da Rodovia Cândido Portinari no cruzamento com a vicinal Osvaldo Gilberto (que liga a Igarapava), próximo a Lagoa de Tratamento da SABESP.

CAPACIDADE DOBRADA

“Uma subestação no município significa primeiro dobrar a capacidade de consumo de energia. Pode ainda dobrar o número de empresas e da população e mesmo assim não faltará energia”, garante Marcos Mielo, da Divisão  de Relacionamento do Poder Público e Grandes Clientes da CPFL.

Ele afirmou que por ser uma energia em alta tensão, a quantidade de falhas e quedas é muito menor. “Em casos de alguma queda, o problema não será na linha de transmissão e sim por abalroamento de postes. Fora isso é muito difícil faltar energia”.

LINHA TRANSMISSÃO

Uma das opções e mais rápida, pois não envolverá desapropriações em zona rural, é uma linha de transmissão pela vicinal Osvaldo Gilberto, entre Igarapava e Rifaina, com carga de 34,5kv.

Outra opção que tem maior custo envolveria desapropriações em áreas rurais e um maior tempo para sua instalação seria a Linha de Transmissão partindo de Pedregulho, com estrutura de 69kv.

POSIÇÃO DO PREFEITO

O Prefeito de Rifaina, Hugo César Lourenço, sempre exigiu e cobrou um plano de ações imediatas da Companhia CPFL para acabar com as constantes quedas de energia, que ocorrem em nosso município, o que tem ocorrido desde o início deste seu 3º mandato.

"A conquista desta subestação de energia elétrica, que promete melhorar a qualidade no abastecimento e ampliar a rede de atendimento, se torna realidade. Ressalto aqui os transtornos que a população enfrenta, sobretudo, os impactos negativos na economia do município, os prejuízos para o comércio e para os investidores", disse o prefeito.

INÍCIO DAS OBRAS

Sobre o início das obras da subestação de energia,  Fabiano Denardi garantiu que a CPFL está empenhada em agilizar o mais rápido possível os trâmites burocráticos para a instalação da Subestação-Rifaina da rede CPFL Paulista.